fbpx

Formigas

Biologia

As formigas são insetos sociais, vivendo em colônias, onde cada uma trabalha para todos os membros da colônia. Elas conseguem reproduzir um modo perfeito de sociedade comunitária. Seus ninhos consistem em um sistema de passagens ou cavidades que se comunicam umas com as outras e o exterior. Há espécies que constroem os formigueiros em solo ou plantas, outras no interior de edificações (sob azulejos, batentes, pisos, vãos e frestas), ou ainda ocupam cavidades na madeira ou troncos de árvores. Os tamanhos das colônias são muito variáveis, desde algumas dezenas há milhares de indivíduos.

Entre 20 a 30 espécies são consideradas pragas urbanas. Sua alimentação é composta de sucos vegetais, seiva de plantas, néctar de flores, substâncias açucaradas, líquidos adocicados que são excretados por outros insetos. Podem ser carnívoras e se alimentarem de animais mortos ou vivos e outras de fungos.  Algumas espécies são venenosas, podendo desencadear uma reação alérgica, cuja gravidade depende da sensibilidade do indivíduo, local e quantidade de ferroadas.

Cada colônia é constituída por três castas: rainhas, machos e operárias. As rainhas são bem maiores que os demais, possuem asas e é a única fêmea que pode reproduzir. Os machos também são alados e são menores que as rainhas, possuem a vida curta e morrem após o acasalamento. Já as operárias são fêmeas estéreis, não possuem asas e são a grande maioria dos indivíduos da colônia.

Seu ciclo de vida é completo, de ovo, larva, pupa e adulto. Os machos e rainhas realizam o voo nupcial. Logo após, a rainha inicia uma nova colônia ou retorna à uma já estabelecida. Ao encontrar um local para construir o ninho e colocar seus ovos, é ela mesma quem vai alimentar as crias. Sendo formada primeiramente apenas por operárias. Após o desenvolvimento completo as operárias passam a realizar todo o trabalho da colônia: construção e defesa do ninho, cuidado com as próximas proles e coleta de alimento. Assim a responsabilidade da rainha será unicamente a postura dos ovos.

Espécies mais comuns

Formiga doceira

(Monomorium sp.)

Classe: Insecta; Ordem: Hymenoptera; Família: Formicidae; Subfamília: Myrmicinae

Vivem em simbiose com insetos sugadores de seiva, como cochonilhas, pulgões e cigarrinhas, causando danos indiretos as plantas. Elas fornecem proteção a esses insetos, enquanto ganham em troca substâncias adocicadas liberadas por eles. São consideradas bem invasivas e com reprodução rápida.

Formiga fantasminha

(Tapinoma malanocephalum)

Classe: Insecta; Ordem: Hymenoptera; Família: Formicidae; Subfamília: Dolichoderinae

Preferem alimentos adocicados e não realizam voo nupcial. Seus ninhos são localizados dentro das estruturas, atrás de azulejos, batentes de portas e janelas, equipamentos eletrônicos, conduítes de eletricidade, vasos de plantas, entre outros. Infestam alimentos, em ambientes de alimentação e hospitalares.

Formiga lavapés

(Solenopsis saevissima)

Classe: Insecta; Ordem: Hymenoptera;  Família: Formicidae; Subfamília: Myrmicinae

Atacam canteiros e mudas, se alimentando de plântulas e canteiros de minhocas, sua picada é dolorosa, injetando o veneno e causando uma alergia localizada. Podem infestar equipamentos eletrônicos, causando danos mecânicos e curtos circuitos. Seus ninhos se localizam preferencialmente no solo, nas épocas úmidas apresentam-se com montinhos de terra solta.

Formiga lavapés

(Solenopsis saevissima)

Classe: Insecta; Ordem: Hymenoptera;  Família: Formicidae; Subfamília: Myrmicinae

Atacam canteiros e mudas, se alimentando de plântulas e canteiros de minhocas, sua picada é dolorosa, injetando o veneno e causando uma alergia localizada. Podem infestar equipamentos eletrônicos, causando danos mecânicos e curtos circuitos. Seus ninhos se localizam preferencialmente no solo, nas épocas úmidas apresentam-se com montinhos de terra solta.

Controle de Formigas

Fale agora com um de nossos Consultores Ambientais e solicite um orçamento!